Conheça os destaques do mercado imobiliário de 2018

destaques do mercado imobiliario
4Invest

Depois de alguns anos de recessão, o mercado imobiliário brasileiro começou a apresentar recuperação. Em 2017, tivemos queda nos distratos e crescimento de vendas, indicações de retomada da economia. No período pós-eleições, os especialistas esperam estabilidade econômica e maiores ofertas.

 

O cenário é delicado. Mas para preparar ações futuras, é preciso compreender as movimentações de compra e venda dos últimos meses. Portanto, a 4Invest investigou os destaques do primeiro semestre de 2018 e elencou as transações para ficar de olho. Confira:

 

 

1 Aumento nos distratos imobiliários

Em 2017, um dos destaques do mercado imobiliário foi a queda de 11% nos distratos em relação a 2016. Porém, o número de compradores que devolveram o imóvel e receberam seu dinheiro de volta não continuou caindo em 2018. Neste ano, apenas em São Paulo, 7.025 imóveis foram devolvidos às construtoras, mais de 50% dos lançamentos na região.

 

O que mais impressionou os especialistas, entretanto, é que o motivo principal das desistência não foi o desemprego. A maior parte dos distratos veio da incerteza dos investidores com o mercado e a correção de preços das unidades. Os distratos são uma preocupação frequente do mercado imobiliário, tanto que já transita no Congresso um projeto de lei para defender as construtoras. Com a aprovação da lei, o valor pago pelos compradores desistentes não será devolvido, causando menos prejuízo às construtoras.

 

 

2 Imóveis de luxo

Enquanto os empreendimentos populares apresentaram crescimento de 10% no primeiro semestre de 2018, os imóveis de luxo se destacaram com o maior aumento de vendas. Essa é uma categoria de construções avaliadas em mais de 1,5 milhão de reais e são uma aposta no mercado imobiliário. Cidades como São Paulo, Belo Horizonte e Curitiba são os mercados preferidos para a venda e os lançamentos desta categoria.

 

O que faz os imóveis de luxo serem tão atrativos é seu valor agregado. Normalmente, eles estão localizados em bairros nobres e contam com condomínios bem equipados. Isso faz com que o comprador não apenas pense no preço da unidade, mas no valor. Ainda no primeiro semestre, os lançamentos de imóveis de luxo estiveram 69% acima do que no ano passado, enquanto as vendas alcançaram 20% de aumento.

 

 

3 Minha Casa Minha Vida

Lançado em 2009 pelo Governo Federal, o Minha Casa Minha Vida vem sendo um destaque constante no mercado imobiliário. Em 2017, o programa de habitação popular foi a categoria de venda de imóveis que mais cresceu. O MCMV representou 22% dos lançamentos do período e rendeu uma receita de 3,3 bilhões de reais para as construtoras.

 

No primeiro semestre deste anos, o programa continuou sendo destaque e apresentou o maior aumento de vendas na categoria de imóveis populares. Isso aconteceu devido à mudança de regras para participação no programa. Até o ano passado, as famílias deveriam ter uma renda de até 6,5 mil reais. Porém, agora, a renda aceita é de até 9 mil reais, aumentando a procura e, consequentemente, os lançamentos.

 

De acordo com especialistas, a expectativa do mercado imobiliário é que 2019 traga a estabilidade econômica que o país precisa. Desta maneira, a compra e venda de imóveis se tornará atrativa e acessível novamente, apresentando queda nos distratos e aumento de vendas em todas as categorias.

 

O que você achou? Para continuar acompanhando insights sobre mercado imobiliário e investimentos imobiliários, acompanhe o blog da 4Invest.

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe uma resposta